Notícias

RTM é mais que prestadora de serviço, é parceira - 16/05/2013

Usuária da RTM desde 1999, a Renascença DTVM se destaca por utilizar intensamente os serviços da Rede
nos segmentos de voz, dados e imagem, garantindo a seus clientes segurança e agilidade nas transações financeiras. Nesta entrevista, a gerente geral, Ana Lúcia Alexandre de Sousa, fala sobre a recente
contratação do serviço de site de contingência.

Mais do que nunca, o investimento em TI e Telecom hoje é um diferencial competitivo para as instituições financeiras. Essa é uma realidade também para as corretoras?
Hoje, para qualquer segmento de mercado, o diferencial competitivo de uma empresa estará sempre ligado à tecnologia, principalmente nas áreas em que o produto é a prestação de serviço. O investimento em TI e Telecom é essencial para a sobrevivência do negócio das instituições. No nosso segmento é crítico. Para oferecer uma personalização de serviços com segurança, rapidez e qualidade, as corretoras precisam cada vez mais utilizar soluções de dados e voz, com alta velocidade, bandas de tráfego de dados enormes, integração de redes e uma série de outros agregados que possam facilitar a vida do cliente, agilizando os serviços de back office. São investimentos constantes que tendem a comprometer o orçamento. A medida que trabalhamos com alta tecnologia, elevamos também os custos com mão de obra mais qualificada. Então cabe às instituições, principalmente as menores, a tarefa de manter o seu negócio sustentável.

A Renascença se destaca por utilizar intensamente os recursos oferecidos pela RTM. Quais as vantagens de ter vários serviços distintos com o mesmo fornecedor?
A concentração de serviços trouxe diversas vantagens para a Renascença, como redução de
custos e aumento da eficiência da infraestrutura de TI, além de agilidade, facilidade de manutenção e contingência em caso de quedas de comunicação.

O que levou a Renascença a procurar um site de contingência?
A preocupação em manter-se operacional, mesmo diante de situações imprevistas. O objetivo é oferecer o menor risco possível aos nossos clientes. Nosso negócio é de confiança, e é isso que entregamos. Por isso, precisamos estar sempre preparados quando o improvável pode se tornar inevitável.

Por que a RTM foi escolhida para prover esse serviço?
A RTM é mais que uma fornecedora de soluções para o mercado. É uma parceira, prestando um trabalho muito eficiente, que nos garante segurança. Vários fatores merecem destaque: localização, facilidade no deslocamento de pessoas; concentração de vários serviços que utilizamos através da rede; custos acessíveis; ambiente seguro, com geradores de energia elétrica, gravação de ligações; e equipe de trabalho permanente: 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Que benefícios o site de contingência proporciona?
Mitigação do risco operacional, contando com um segundo local físico no qual é possível efetuar as operações em caso de catástrofes; monitoramento ininterrupto; e guarda de informações mais recentes do Banco de Dados.

Adicionalmente, a corretora solicitou serviço de gravação de telefonia. Existe alguma necessidade específica?
Sim. Cumprir nossa responsabilidade perante a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e a BSM (BM&FBOVESPA Supervisão de Mercado), em gravar e guardar por, no mínimo, 5 anos, todas as ordens dos clientes, não importando o canal de origem.

O que mais a RTM pode agregar para facilitar o dia a dia das corretoras?
O trabalho da área Comercial, sempre atenta às mudanças do mercado, e a proximidade com o cliente são os melhores caminhos para que, juntos, possamos ter ideias para facilitar o dia a dia do mercado.

Site de contingência - Oferecido em diversas modalidades, o site de contingência é uma duplicação da infraestrutura de uma empresa em um endereço diferente, que pode ser uma estrutura simples com as mesmas configurações de software da sede ou até um data center, permitindo que a companhia funcione integralmente em caso de indisponibilidade da sede, sem comprometer as operações que estão sendo realizadas.
Tem por objetivo garantir a continuidade dos lançamentos das operações cursadas no Sistema Financeiro Nacional, proporcionando acesso aos principais provedores de serviços/informações do mercado e à internet de forma segura, além de telefonia convencional e corporativa.