Clipping

RTM combate lavagem de dinheiro com solução da Logica

01/03/2011 | site: http://www.executivosfinanceiros.com.br

A Rede de Telecomunicações para o Mercado (RTM) possui uma extranet que conecta cerca de 500 instituições financeiras e mais de 30 provedores de informações em um ambiente operacional unificado e seguro. A RTM atende às necessidades do setor financeiro com tecnologia de rede IP/MPLS permitindo a prestação de serviços, desde voz e dados até áudio e videoconferência.

De acordo com a empresa, pesquisas de mercado indicam que o valor de dinheiro “lavado” anualmente em todo o mundo varia entre US$ 500 bilhões e US$ 1,5 trilhão, parte da fraude advém de drogas e crime organizado. Posteriormente, este dinheiro passa por operações aparentemente legítimas, com o objetivo de impedir o rastreamento da sua origem ilegal.

Para atuar no combate a esse crime, os governos têm criado diversas normas regulamentadoras para que as instituições financeiras intensifiquem o combate à lavagem de dinheiro. Assim, a RTM reconheceu que o mercado brasileiro precisava de uma solução
antilavagem de dinheiro (AML) para analisar e processar em tempo real os pagamentos recebidos e enviados.

Atendendo às regras do Banco Central, a RTM buscou uma solução de filtragem de pagamentos aos usuários do Service Bureau RTM para conexão à rede SWIFT, maior rede mundial de transferências financeiras.

Após um processo de seleção e de licitação, a RTM selecionou a Logica, provedora global de serviços de TI e gestão de negócios, como fornecedora da solução para combate à lavagem de dinheiro.

Solução

A Logica forneceu a solução HotScan AML, na qual é possível filtrar a maioria das operações cambiais realizadas diariamente nas instituições financeiras. O software é capaz de analisar cada transação em tempo real, sem retardar o processo, e requer pouca intervenção humana, o que reduz custos e otimiza o tempo das operações financeiras.

O HotScan, considerado ideal para reduzir o número de "falsos positivos" (alarme falso que acusa arquivos ou programas como infectados, quando na verdade não estão), foi desenvolvido para a RTM de modo a permitir que cada banco defina seus próprios “limites”, ou seja, a condição necessária para emitir um alerta. Além disso, os bancos integrantes do Service Bureau RTM podem inserir suas próprias listas de entidades reconhecidas como 100% legítimas.

Dentre as funcionalidade do HotScan estão a capacidade de explorar mensagens estruturadas e não estruturadas; eficiência para ambientes com transações de alto e baixo volume; rotear mensagens de usuários corretos para a listagem dos “usuários corretos”; e capacidade de reconhecer nomes e sobrenomes, aplicar filtros de sensibilidade e conferir se a transação teria (ou não) acontecido pelas iniciais dos mesmos. A solução é oferecida pelo modelo de software as a Service (SaaS).