Notícias

Aplicações de inteligência artificial em momentos de crise

Inteligência artificial na crise do Coronavírus

O mundo está em alerta por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Diversas iniciativas estão sendo tomadas pelos líderes dos países de todos os continentes a fim de barrar a propagação do vírus, proteger a população e a economia.  Instituições e empresas de todos os setores têm realizado vários investimentos em aplicações de inteligência artificial para obter informações estratégicas, mediar procedimentos de saúde e analisar dados avançados.

De fato, as tecnologias com base em inteligência artificial podem ajudar a entender o avanço do vírus, detectar casos e prioridades em hospitais, bem como auxiliar na recuperação das empresas e instituições que estão sofrendo os impactos do vírus na economia.

Veja a seguir alguns exemplos de como a inteligência artificial vem sendo usada para ajudar a conter a pandemia.

Inteligência artificial contra o coronavírus: como a tecnologia vem sendo utilizada para combater o COVID-19

A inteligência artificial é uma tecnologia que auxilia no reconhecimento, coleta e análise de dados, entregando informações relevantes e estratégicas de forma ágil e segura. As suas aplicações vão desde sistemas para área de saúde e o mercado financeiro, por exemplo, até ferramentas de conversação com chatbot. Os sistemas mais avançados com machine learning  permitem que as organizações tomem decisões estratégicas em momentos de crise, a partir de uma ampla base de dados.

No caso do Covid-19, a primeira utilização da inteligência artificial foi a emissão de um alerta sobre a disseminação do vírus. O algoritmo da BlueDot, empresa de tecnologia para área da saúde, identificou, por meio de um mapeamento de notícias, a aparição e o início da disseminação do vírus em dezembro de 2019. Em seguida, emitiu um alerta para organizações de saúde e companhias aéreas para que evitassem a região de Wuhan, na China.

Desde então, a inteligência artificial vem sendo utilizada de outras formas pelo mundo. Veja algumas delas a seguir!

Insights sobre como gerenciar a pandemia

Nos Estados Unidos, o governo solicitou a um grupo de especialistas em inteligência artificial para analisar 29 mil artigos acadêmicos sobre o novo vírus. O objetivo era obter insights a partir das publicações para gerenciar a pandemia. Uma série de perguntas sobre o vírus foi levantada e publicada no Kaggle, uma comunidade de machine learning do Google.

O Cord-19 é a pesquisa aberta sobre o Covid-19, e seus dados foram reunidos e disponibilizados no SemanticScholar (recurso gratuito e sem fins lucrativos para pesquisas acadêmicas). A cada novo estudo publicado, a coleção é atualizada. De acordo com o governo dos Estados Unidos, a Cord-19 é a literatura mais extensa sobre Covid-19 que está legível por IA no mundo todo.

Análise de informações e predição de resultados

Há anos que a inteligência artificial é tida como uma ferramenta essencial para a evolução da medicina. A inteligência artificial pode ajudar na triagem, diagnóstico e na gestão dos recursos clínicos,  como leitos de UTI, equipamentos etc.

No Brasil, alguns hospitais, como o Hospital das Clínicas (HC), de São Paulo, grupos de saúde e empresas de tecnologia, se uniram para testar um algoritmo de análise de imagens de tomografia de pulmões para tentar diagnosticar a doença a partir dos recursos de AI. A tecnologia poderá ser utilizada por qualquer instituição de saúde.

Prognóstico de gravidade dos casos

Além de auxiliar com os diagnósticos, a inteligência artificial é capaz de apresentar prognósticos sobre a gravidade dos casos. Assim, as instituições de saúde conseguem administrar melhor os seus recursos.

O tratamento também seguirá outros critérios de atendimento, pacientes que apresentarem maior potencial de agravamento do quadro clínico, por exemplo, vão receber o tratamento intensivo imediato.

O Laboratório de Big Data e Análise Preditiva em Saúde (Labdaps) da Universidade de São Paulo (USP) consegue predizer, por meio de seus algoritmos, a mortalidade de idosos em condições específicas. Agora, a corrida dos pesquisadores do laboratório é para adaptar o sistema para o novo cenário.

Comunicação para aproximar profissionais e pacientes

Com ferramentas de chatbots com inteligência artificial, os pacientes podem realizar um atendimento prévio de casa, evitando aglomerações nas instituições de saúde e tirando dúvidas sobre a doença. Diversas soluções desse formato estão em desenvolvimento, aumentando a segurança dos pacientes e profissionais de saúde. Ao criar canais de comunicação automáticos, os profissionais são liberados para realizar outras atividades mais estratégicas – o que vale também para outras ocasiões para além da pandemia do novo coronavírus.

Em resumo…

As aplicações da inteligência artificial durante a pandemia do Covid-19 têm demonstrado as inúmeras vantagens da tecnologia para aumentar a segurança, a velocidade na análise de dados e as possibilidades para resolução de problemas. As soluções desenvolvidas, em tempo recorde, permitem analisar uma ampla base de dados, entregar estimativas sobre a gravidade dos casos e até propor tratamentos personalizados.

Mas além disso, a inteligência artificial poderá ser usada para resolver outros desafios que surgirão nas empresas e instituições de todos os segmentos, com o fornecimento de informações estratégicas e soluções avançadas.

Nós, da RTM, estamos acompanhando todas as novidades para o setor financeiro para apoiar nossos clientes. Acompanhe nossas publicações e saiba mais sobre o Coronavírus e o mercado financeiro.

Leia também: 

• Mais notícias •

Happy Hour online com clientes

Como parte do programa de relacionamento da RTM, os happy hours realizados presencialmente foram reorganizados no formato online, em salas privadas virtuais, reunindo, nos dias 21 e 28 de maio,...

RTM realiza live sobre Sandbox

A RTM realizou sua primeira live, no YouTube, tendo como tema Sandbox. O evento online foi aberto ao público e reuniu especialistas e players do mercado financeiro para falarem sobre...